Família Pereira [conto]

Foi um dia duro de trabalho. A obra estava atrasada, e todo o peso dos prazos perdidos incidia na equipe de assentadores de piso. José estava com as costas doloridas de ficar abaixado martelando, delicadamente, cerâmica o dia inteiro. Duas horas de trabalho = dez minutos de descanso. Meia hora para o almoço. Dez horas… Continuar lendo Família Pereira [conto]

O escritor e o público [conto]

Senti a cabeça martelando e um zumbido contínuo vindo do mundo lá fora. Qualquer coisa me faria melhor que acordar. Senhor, porque tem uma mulher pelada do meu lado na cama? Imagino que o Senhor, com toda Sua sabedoria, está punindo-a por algum pormenor que ésta alma errante tenha aprontado nessa vida, mas isso precisa… Continuar lendo O escritor e o público [conto]

A batalha permanente [conto]

Naquela altura já não existia mais guerra. A resistência humana tinha sido aniquilada pelas tropas mistas muito antes de alguma batalha começar. Não havia maneira racional de entender como praticamente toda a forma de vida não incorporada ao organograma de preservação universal sumiu e toda e qualquer construção se tornou uma pilha de escombros. Algumas… Continuar lendo A batalha permanente [conto]

O passo e a linha [conto]

1° Ato: Anderson, de 19 anos, leva um tiro na perna. O jovem tinha ido comprar, para curtir o fim de semana com os amigos, maconha e pó numa favela da zona oeste, e a polícia apareceu de surpresa numa batida quando ele estava de saída. Durante a troca de tiros uma bala, sabe-se lá… Continuar lendo O passo e a linha [conto]

All Star #38 [conto]

É mais fácil acreditar que Deus existe do que acreditar que vou precisar saber a fórmula de Bhaskara para alguma coisa na vida. Numa reflexão rápida, de um aluno de terceiro colegial que quer desesperadamente voltar para casa e ficar fumando maconha escutando o CD novo do Queens of the stone age deitado na cama,… Continuar lendo All Star #38 [conto]

Bem-vindo à selva [conto]

São meia dúzia de pessoas formando um círculo num canto da praça. No meio um homem fala como se estivesse encenando um monólogo, gesticulando e andando de um lado para o outro. ……..servindo um monte de gente da qual a enorme maioria não tem educação para falar bom dia ou obrigado…….oito horas por dia………..não……..doze horas… Continuar lendo Bem-vindo à selva [conto]

O fim do mundo [conto]

A televisão está falando que a Grande Guerra começou. O tom é de preocupação, e as imagens mostram enormes explosões a distância e destruição total de perto, em 360°, em HD. Rinaldo pegou o celular e as mensagens confirmavam o pior. Estocar alimentos, abrigos subterrâneos, armas, radiação, morte. As fotos de tudo proliferam tão rápido… Continuar lendo O fim do mundo [conto]

A pílula de amnésia [conto]

Depois de uma reunião de seis horas, na qual seu relatório semestral de produção foi amplamente discutido (e verticalmente contestado), Ricardo estava indo para casa ter uma conversa decisiva com sua esposa. A relação já vinha se deteriorando nos últimos anos. Cláudia evitava as investidas sexuais do marido constantemente, e essas só obtinham algum sucesso… Continuar lendo A pílula de amnésia [conto]

Cordeiro pastando em campo aberto [conto]

Meu Deus absolutamente não liga para o que eu faço. Ele reservou meu lugar no céu dos justos, crédulos e fiéis, e Se esqueceu da minha existência para aguardar ansiosamente minha chegada. Independente do que eu faça, ou não, até o dia do nosso encontro, uma festa embalada por Jimi Hendrix e Janis Joplins vai… Continuar lendo Cordeiro pastando em campo aberto [conto]

O instante eterno [conto]

O sofá é velho, um verde musgo rasgado com detalhes sujos em preto, mas o resto da sala é limpinha, com mesa, cadeira e estante, sem obstáculos, e o tempo anda para cá e para lá no raio de dois passos, indo e vindo num ritmo que poderia se perpetuar enquanto durasse o pensamento, uma… Continuar lendo O instante eterno [conto]

Seis [conto]

João, 32 anos, pintor (de parede, não do tipo artista, ou sim, uma vez pegou um enrosco pra fazer. Uma república de estudantes, pintaram qualquer vestígio de branco com frases tipo o que pode o corpo?, o corpo é uma prisão, corpo é corpo, enfim, o João foi lá, lixou tudo na unha porque a… Continuar lendo Seis [conto]

A luta de Peito de Aço contra o destino implacável [conto]

Existe, por parte da maioria das pessoas, um senso de que tudo tem que ser justo. Mas numa luta de boxe tailandês, no porão do velho Big Dog, justiça era um conceito bem vago. Para o Mão Pesada tinha vindo com o Conselho Tutelar e o Abrigo de Menores do Estado. Enquanto ele surrava o… Continuar lendo A luta de Peito de Aço contra o destino implacável [conto]