O segredo de Marygold [conto]

Quando Archie era só um jovenzinho, na Pequenolândia, sempre escutava da diretora da escola. “Se você fizer tudo certo, Deus sempre vai estar ao seu lado e tudo vai dar certo na sua vida.” E nisso ele acreditou sua infância inteira. Nunca atrasou uma lição na escola. Permanecia sempre em silêncio e prestando atenção na… Continuar lendo O segredo de Marygold [conto]

O futuro vindo depois da curva [conto]

A merda toda tá acontecendo. Este momento de espera é uma bosta. Tem gente que nessas horas fica pensando em como tem o pinto pequeno, que a amante tá metendo com outro que tem um pinto gigante, que se a receita tiver poder de polícia fudeu, ou qualquer outra merda que resuma a existência a… Continuar lendo O futuro vindo depois da curva [conto]

Descascando o abacaxi [conto]

A vida de Natália podia até ser conhecida como fácil nas más línguas, mas na prática a coisa não era bem assim. Quando um seboso cretino está querendo enfiar uma piroca de 15cm numa buceta sem o mínimo de delicadeza, nem jeito para coisa, fácil parece ser montar um satélite interestelar. Ele era grande, o… Continuar lendo Descascando o abacaxi [conto]

O matadouro [conto]

Minha perna estava quebrada. Tinha certeza que estava quebrada. Doía desgraçadamente como dói uma perna quebrada. Mas não arredei o pé. Dei dois tiros, tomei um comprimido de anfetamina com vodka e voltei pronto para continuar até o fim. Faltavam quatro. O filho da puta soltou a carcaça lá de cima do túnel, e a… Continuar lendo O matadouro [conto]

Memórias de um empurrador de árvore [conto]

Nunca entendi porque a Cláudia não gostava de comer queijo ralado barato. O macarrão podia ser uma massa qualquer de ovos, o molho de saquinho com catchup, a salsicha podia ser qualquer uma, mas o queijo tinha que ser faixa azul. Se não fosse o legítimo ela não comia e ficava emburrada. Era quase uma… Continuar lendo Memórias de um empurrador de árvore [conto]

Depois da merda no ventilador [conto]

[Dona Gertrudes - 53 anos - Dona de Casa] Quando virei para a segunda rampa eu vi os dois lá em cima, se esfregando encostados no canto da grade. Mas ainda não sabia o que eles estavam fazendo. Foi quando fui chegando perto e escutando o barulho que percebi o que estava acontecendo. Foi horrível.… Continuar lendo Depois da merda no ventilador [conto]

A conta [conto]

Estou morrendo. Sei que todo mundo está, mas eu tenho enfisema pulmonar. Não consigo mais fumar e minha vida é um inferno por causa disso. Tenho que passar o dia na cama, ligado à respiradores e monitores, morrendo. Nunca me importei muito com como seriam esses tempos, mas sabia que iam chegar. Você desenvolve uma… Continuar lendo A conta [conto]

Cachorro no mato [conto]

Era uma multidão. Um fluxo aleatório de gente indo para cá e para lá. Bruna vinha andando como quem não quer nada, mas com o ritmo de quem sabe onde quer chegar. Só seguindo o fluxo da sua linha. Quando viu o pato vindo concentrado na tela do celular ela deu o bote. Rápida como… Continuar lendo Cachorro no mato [conto]