Seis [conto]

João, 32 anos, pintor (de parede, não do tipo artista, ou sim, uma vez pegou um enrosco pra fazer. Uma república de estudantes, pintaram qualquer vestígio de branco com frases tipo o que pode o corpo?, o corpo é uma prisão, corpo é corpo, enfim, o João foi lá, lixou tudo na unha porque a… Continuar lendo Seis [conto]

Dias de glória [conto]

[7:30] - Acordar e querer continuar dormindo. [7:35] - Aceitar a existência, levantar para higiene pessoal. [7:45] - Estar no segundo lance de escada do prédio correndo. [7:58] - Pegar ônibus que passa a três quarteirões de casa, já lotado. [8:37] - Trocar de ônibus, este esturricado. [9:32] - Chegar na editora e bater o… Continuar lendo Dias de glória [conto]