All Star #38 [conto]

É mais fácil acreditar que Deus existe do que acreditar que vou precisar saber a fórmula de Bhaskara para alguma coisa na vida. Numa reflexão rápida, de um aluno de terceiro colegial que quer desesperadamente voltar para casa e ficar fumando maconha escutando o CD novo do Queens of the stone age deitado na cama,… Continuar lendo All Star #38 [conto]

A inevitável mediocridade da vida [conto]

Meu Deus, como cheguei até aqui? Qualquer Deus misericordioso já teria acabado com essa tortura que é a minha vida. O meu não. Ele tem algum tipo de prazer sádico em me ver acordar mais fudido a cada dia que passa. De repente quem me mantém vivo é o Diabo para provar que a raça… Continuar lendo A inevitável mediocridade da vida [conto]

O fim do resto [conto]

No futebol da educação física do colégio o primeiro a ser escolhido não é só o melhor. Ele é o melhor, o mais legal, o mais bonito, com um futuro brilhante, inteligente e o orgulho do Sr. e da Sra. Oliveira. Daí para baixo vem o resto, encabeçados pelos melhores amigos dos melhores, depois um… Continuar lendo O fim do resto [conto]

Mundo girando [conto]

Carro simples passando por uma avenida tranquila pela manhã. Dois caras com pinta de Vincent Vega dentro. - Não aguento mais esta política fascista. - Apaga isso. - Existe uma política em curso de exploração e marginalização dos viciados. - Que? Do que você tá falando? - De pagar por todos os pecados da humanidade.… Continuar lendo Mundo girando [conto]

Manhãs de 2002 [conto]

Acordei às cinco e meia da manhã. Isto não é hora de gente acordar, é madrugada, ainda esta escuro. Concordo que algumas pessoas acordem esta hora, como, por exemplo, meu avô, que levanta esta hora porque gosta. Ele limpa a gaiola dos passarinhos, joga água no jardim e faz um monte de outras coisas, que… Continuar lendo Manhãs de 2002 [conto]

Processo seletivo unificado [conto]

A falta do que fazer me levou a arrumar um estágio. O grande problema da minha vida é arrumar alguém que queira me pagar para fazer alguma coisa. Não sou muito seletivo, basta não ter que vender nada, não carregar peso, não precisar de esforço físico, não acordar antes das dez, não ser mais que… Continuar lendo Processo seletivo unificado [conto]