Fatos Cotidianos 19 – Vítimas e culpados [conto]

[Primeiro ato: os cordeiros, as ovelhas e os elefantes.] Gabriel tinha 13 anos e vendia pinos de cocaína numa esquina de uma rua pouco movimentada durante a madrugada. O trabalho lhe garantia, num dia ruim, R$300. Ele era o mais velho dos três filhos de D. Josefina com Seu Sebastião. A matriarca tinha morrido poucos… Continuar lendo Fatos Cotidianos 19 – Vítimas e culpados [conto]

Fatos Cotidianos 6 – Perdendo as estribeiras [conto]

Hernani era um cara comum de classe média. Um dia sua família teve algum dinheiro, mas hoje só restaram dívidas. Razoavelmente grandes. Na verdade impagáveis. O sistema tributário não ajuda. A mesma história de muito de seus amigos. Os planos econômicos das duas últimas décadas do Século XX transformaram o sinal de mais para o… Continuar lendo Fatos Cotidianos 6 – Perdendo as estribeiras [conto]

Fatos Cotidianos 12 – Junkie de sorte [conto]

Eram quase meio dia quando o telefone tocou. Acordar com o telefone tocando já é sinal de um dia ruim. Se já tem alguém te procurando é por que por algum motivo você já tinha que estar de pé. Não era raro ser acordado atrasado. Quando não ligavam para avisá-lo que era bom que levantasse… Continuar lendo Fatos Cotidianos 12 – Junkie de sorte [conto]

Fatos Cotidianos 17 – A vida dói [conto]

  Não sei qual o dia da semana. Não faz diferença desde que a dor de cabeça passe. Nem é motivo suficiente para sair da cama. Será que existe um mundo sem dores? Um lugar onde todo pecado fica impune. Ficar me martirizando pela noite de ontem e os últimos trinta anos, ou pela garota… Continuar lendo Fatos Cotidianos 17 – A vida dói [conto]

Fatos Cotidianos 33 – Uma noite qualquer no paraíso [conto]

Um corpo cambaleante entrou no bar. Dois passos adentro e todos olhavam com repugnância. Além da aparência degradante, um cheiro azedo tomou conta do lugar. O aroma apontava para um ser estranho indo na direção do balcão. Pereba parou na bancada e olhou para o lado. “Vocês me parecem um bando de merda.” Todo mundo… Continuar lendo Fatos Cotidianos 33 – Uma noite qualquer no paraíso [conto]

Fato Cotidiano 8 – Lidando com o Fracasso [conto]

Não lhe restava muita coisa. Ao chegar em casa molhado não teria roupa seca limpa para vestir. Não tinha motivos para continuar indo para lá. Afinal, aquele cortiço não era exatamente um lugar aonde alguém queira ir. Parou em baixo de um toldo e ficou tentando acender um cigarro meio molhado. O toldo não resistia… Continuar lendo Fato Cotidiano 8 – Lidando com o Fracasso [conto]