O poço não tem fundo, é lenda [conto]

Sobe a Brigadeiro Luis Antonio. Passos largos, velocidade total. Sem desviar. Cortando o fluxo das pessoas. Olhos esbugalhados rasgando o horizonte. Andar sem foco, com firmeza. E aqueles filhos da puta vão morrer. Vão morrer na porrada! Todos os filhos da puta! Atravessa a Paulista. Transpirando raiva. Pulsando ódio. Um empurrão daqui, um xingamento de… Continuar lendo O poço não tem fundo, é lenda [conto]