Nem a lua nem a Ásia existem [conto]

Camilo acordou na Guiána-Francesa. Estava calor, não havia nada para comer e a água sempre tinha um gosto amargo de remédio. O sol já invadia seus pensamentos e saia em forma de suor. Ele precisava cair fora dali de qualquer jeito, então foi para Noruega, que ficava no quarto ao lado e tinha um clima… Continuar lendo Nem a lua nem a Ásia existem [conto]

A conta [conto]

Estou morrendo. Sei que todo mundo está, mas eu tenho enfisema pulmonar. Não consigo mais fumar e minha vida é um inferno por causa disso. Tenho que passar o dia na cama, ligado à respiradores e monitores, morrendo. Nunca me importei muito com como seriam esses tempos, mas sabia que iam chegar. Você desenvolve uma… Continuar lendo A conta [conto]