As três leis de Newton [conto]

Dr. Carlos tinha uma pele macia, branca, lisa como a camisa de pura seda chinesa que usava. A barba estava sempre feita, e o cabelo curto para o lado, num penteado que nunca se desfazia pelo efeito do gel. Carregava um lenço no bolso do paletó, que não era suficientemente esponjoso para secar as cataratas… Continuar lendo As três leis de Newton [conto]

O ciclo [conto]

Nasci para carregar caixas. É o que sei fazer melhor. O trabalho que sempre gostei de fazer. Percorro longas distâncias em pouco tempo. Proporciono segurança. Consigo suportar grandes pesos e intensas cargas de trabalho. Carrego caixa com a mesma eficiência no sol e na chuva. Sou bom mesmo nisso. Penso na hora de empilhar. Leio… Continuar lendo O ciclo [conto]

Arroz com feijão [conto]

Rafael estava com um problema com seus pais: eles descobriram que ele fumava maconha. O jovem vacilou com uma ponta no carro, e depois que sua mãe abriu o acendedor de cigarros para plugar o celular, e se deparou com aquele celofane do diabo, o garoto especial já não era tão especial assim. Na verdade… Continuar lendo Arroz com feijão [conto]

A vida no inferno [conto]

O trabalho nunca assustou Natália. Muito ao contrário. Desde os 15 anos ela já acordava antes do sol nascer para poder estudar e ser secretária do seu tio dentista. Podia até ser uma forma de ele ajudar a família do irmão, que não tinha paradeiro conhecido, mas as seguidas investidas com a mão embaixo da… Continuar lendo A vida no inferno [conto]

Sobre escolhas [conto]

Maria poderia ter saído de casa com 18 anos para fazer faculdade de direito no interior. Lá conheceria José, João e Gabriela. Juntos passariam por emoções e decepções que iriam marcar suas vidas. Descobririam tudo que se poderia saber sobre sexo, drogas e Rock’n Roll. Graças a uma empatia explicável apenas pelos fatos de estarem… Continuar lendo Sobre escolhas [conto]

Felicidade para cretinos e desesperados esquecidos por Deus [conto]

Seu Antenor havia mudado para o prédio fazia menos de duas semanas. Os longos anos a frente da seção de compras da prefeitura eram passado, e agora suas responsabilidades não iam além de regar algumas plantas pela manhã. Era um simpático e jovial Senhor querendo curtir a vida. Já era amigo do zelador, conhecia o… Continuar lendo Felicidade para cretinos e desesperados esquecidos por Deus [conto]